domingo, 9 de novembro de 2008

Produtos Siderúrgicos Finalmente Sentem o Golpe

O índice global do aço divulgado pela Cruspi (IGA) é composto pelos preços de 5 produtos siderúrgicos, bobinas a quente, bobinas a frio, chapas zincadas a quente, vergalhões e vigas, praticados nos EUA, Alemanha e Leste Asiático.

Os produtos de aço são commodities big cap que não são negociados em bolsas de futuros, embora haja uma iniciativa nesse sentido.


Fonte: Cruspi / KB

O gráfico semanal acima cobre o período desde a 1ª semana de junho de 2000 até a última sexta-feira.

Na 2ª semana de janeiro de 2002 o IGA registrou a sua mínima na década e na 1ª semana de agosto de 2008 a sua máxima, percurso que elevou a cotação do IGA em 327%.

A cotação do IGA ingressou em uma curva parabólica a partir da 2ª metade do 1° trimestre de 2008. Do pico atingido em agosto desse ano até a última sexta-feira o índice caiu 33,4%, porém a aceleração da queda somente veio acontecer a partir de meados do mês de outubro.

Não sendo especialista nesse mercado, eu estava intrigado pelo fato de até 1 mês atrás o IGA estava resistindo ao colapso do PMI Industrial dos principais países, inclusive da China.

4 comentários:

aguia disse...

como PHD em IGA, darei o meu pitaco k neste pedaço:

é possivel que os prêços no Setor, só sejam compostos em razão dos novos pedidos (tem bastante lógica); daí o atrazo, não de percepção, pois tais segmentos, mais Pesados, tiveram que 'aguardar a realidade' da Procura

daí cairem depois de Inês no caixão,
e, PESADOS, caem tipo tijolo, craro.
é a tal mergulhada na Reta: áxu, pô.

aguia PHD: Pássaro Humano Demais

Pequeno Aprendiz disse...

Senhor KB:

Este chart, demonstrativo da recente dramatica involuçao dos valores de mercados de base, daquela seleçao do IGA, colado ai nas suas sempre procedentes e muitas vezes ateh precedentes observaçoes da macro-economia, inclusive sempre abordando muito adequadamente a prepotencia do fiel de balança do poder de compra da China, eh mesmo um chart?

Ou o senhor, sempre tao circunspecto, estah, extraordinaria e descontraidamente, dando uma do sempre ironico senhor aguia e colou ali uma foto do pica do Everest?

Parabens, atrazados, mas muito sinceros, pelo niver do Blog e pelo didatismo de seus posts, com o simpatico bôlo do senhor aguia e os Charts do senhores Bob e Fact sempre instigantes, como os seus, especificamente nitidos.

Me sinto na sombra quando venho aqui visita-los.

Anônimo disse...

Boa noite, falando do IGA e analisando o gráfico tanto das commodities metálicas quanto das não metálicas, é de fácil verificação que os preços começaram a ruir em setembro, e daí o timming do minério para o IGA. Quanto às commodities me geral, é de se verificar a existência de um fundo em quase todas elas elas (exceção mais distinta para o ouro e o petróleo, que ainda não teve os efeitos do corte da produção). Vejam o caso açucar, os preços já começam a sugerir uma alta. Trigo, Alumínio, Cobre...seguem o mesmo caminho...Pode-se inferir que não é à toa que as empresas estão cortando a produção, a intenção é manter os preços elevados, diminuindo custos de produção, mas mantendo os preços...

PAULO CÉSAR PEREIRA disse...

Pois é, as empresas cortam produção para manter os preços elevados.

Mas será que conseguirão?