domingo, 28 de setembro de 2008

A corrida ao WaMu e um anúncio para HOJE;

Respondendo apenas hoje a uma pergunta de leitores do Blog radicados nos EUA, verificamos que o Govêrno Americano, passou as chaves na porta do Banco Washington Mutual, o WaMu - sexto lugar no ranking bancário gringo, recém-falido na corrida de clientes desesperados, após os mesmos secarem do cofre o disponivel de mais de 16 bilhões de dólares (tipo assim, quero minha grana no meu bolso e é agora, just now) - e as entregou (as tais chaves) ao JP por singelos 1,9 bilhões; depois de no mês passado o FED ter chancelado a tranformação do Morgan Stanley e do Goldman em holdings para que tenham acesso a grana pública direto no Cofre do Tezouro.

Por certo teremos ainda hoje, se já não saiu, a notícia de um acôrdo (vamos acordar nós também, minha gente) entre os dois Partidos do Congresso dos Estados Unidos sôbre o pacotaço em gestação, após a discussão que entrou pelo fim da semana (é, enquanto nós, míseros mortais, estamos tranquilos hoje em casa ou na farra, os Congressistas de lá estavam trabalhando, belo exemplo para uns caras de Brasília); na qual, alguns gênios até queriam que os 700 bi da UTI já saissem direto do bolso dos particulares e não do bolso estatal, no que a gente fica torcendo pelos nossos irmãos do Norte que não apareça algum idiota sugerindo algo como a nossa, infelizmente não patenteada CPMF(será que isso dá royalties?) e que os tais "particulares" sejam as próprias Instituiçõs Financeiras e não o povão. Apesar de que, pelo que já vi nas reprises anteriores, estariam apenas e tão sòmente invertendo a cronologia de quem paga o pato. Nada a ver com os patos citados pelo KB em recentes Posts.

A ideia é que esteja tudo votado e aprovado, com as modificações de praxe, até amanhã cêdo, com um baita ribombar na midia econômico-financeira mundial e preferencialmente, ANTES, de WS dar o seu protocolar pequeno show de sinos e palmas na abertura da Bolsa.

Tudo por causa da bendita Bôlha das Hipotecas de casas de 300 mi, por 1,x bi; que Tio Greenspan viu inflar-se e deu uma de Pilatos, com a turma da alavanca da casa própria assoprando; até que um furinho aqui, outro ali, ar poluido pelo vasamento inicial, virus contaminantes no Sistema Bancário, que; ganância insana desmedida, usando o princípio de Arquimedes de forma geométrica; já em junho do ano passado, desnuda o Bears Sterms (que nome hein?), após afundados dois de seus fundos mais agressivos - um urso atraz das focas indefesas, já de barriga cheia e pisando no gêlo fino de sub-primes - e que foi, finalmente, em março pp, abatido, com bala do FED, mas... por quem, quem?... o JP, again... e por 20% do valor; enquanto 10 outros Bancos pequenos se cotizavam para garantir uma bóia SOS mais amiga ou menos amarga.

E assim la nave se foi... Fannie; Freddie; AIG; Lehman (o inédito abandonado no baile)... e haja o que houver, no final de mais esta novela, o Tezouro dos EUA; se conseguir salvar o bôlo hipotecário a prêço de banana, uma vez saneado o sistema; poderá até ter um baita lucro com a revalorização, mesmo que a longo prazo, dos papeis de garantia agora podres; a não ser que depois de tudo acomodado - quando e SE - não aparecerem; um pouquinho antes da correção consequente do valor dêstes chamados Ativos (os papeis, pois hoje os mutuários são chamados de outros nomes); talvez, quem sabe, hã... o próprio JP Morgan (o primeirão do tal ranking dos very very strongs, costas arqueadas de Derivativos); ou outro Grande Branco, digo, Banco; para arrematar tudo na pechincha; como já vem treinando o JP nos atuais... leilões, digamos assim.

Ainda lembrando maratonas outras de clientes bancários, o BoE inglês (não confundir com o BOE, Banco Central Europeu; também na dança desta festa macabra, a tempos, em par com o FED); salvou de um vexame - tal qual o do WaMu da terra de Tio Sam - em setembro do ano passado, o Northem Rock (é cada nome), o 5° no painel de hipotecas de lá, estatizado finalmente em fevereiro dêste ano e vai por aí... o Lloyd's compra o rival HBOS e tem ainda a estória da quebra do Bradford and Bingle; fora outras, ora ainda debaixo do pano, esperando o tempo clarear e rezando para que a onda tsú não chegue.

E daí?... amanhã vai cair ou vai subir aqui em Pindorama que é só o que interessa aos nossos visitantes mais agressivos???

Sei lá...

Para os menos pacientes que não temem UTI "alheia" (by Lula) brevemente vou colocar aqui no poste os dez mandamentos do Jogador Cauteloso, um postulado in memoriam de Pat Hearne, menos famoso mas muito melhor no poquer que o lendário Jesse Livermore.

Boa Sorte a todos.

2 comentários:

Fact Finder disse...

Aguia, veja pelo lado positivo. A lista da quebradeira está próxima do fim e o bailout "salvador" (é o que o retail investor acha) está bem encaminhado. Por isso já há condições para um dead-cat bounce. :)

aguia disse...

Caro amigo e mestre Alex:

Não só vejo, como tôrço para dar certo o Remendão; eis que, se ao contrário, não der sequer o refrêsco necessário até que se implante a sonhada reforma do MFI; afetará a todos nós; às famílias do mundo inteiro; e principalmente Pindorama, apesar da tal Blindagem de Mantega (e dos Fundamentos de Margarina) do Lulla.

E tôrço mesmo de razão e coração e acho que os americanos (o povo) estarão de ôlho nesta salada e espero que - no final do IMINENTE saneamento - À SAIDA DESTA UTI - saiam ganhando, com a recuperação de pelo menos parte de seu patrimônio imobiliário residencial, hoje deterioado com várias casas (ex-lares) abandonados aos cupins; O QUE É PIOR QUE A PODRIDÃO DOS PAPEIS SUPER ALAVANCADOS.

BUT, a farra foi muito feia para não dar ressaca...

Assim, se acautelo, é para quem tem juizo se proteger; eis que existem fórmulas defensivas no market em geral à disposição de players e traders e até a nivel de
leigos (guardar feijão não, mas, se o país for pobre, estocar alimentos preventivamente, apesar da inocência da proposição, é, mesmo assim, melhor que ficar batendo no peito "essa crise é só do Bush"...

Ora, o Bush e a turma do tipo dêle, mundo afora, tá nem aí, ó!

Bração meu cumpadi.