sexta-feira, 3 de outubro de 2008

aos investidores estrangeiros, k e LÁ:

Fui questionado, em of; se aceitamos coments em Inglês e ou outros idiomas e a resposta vai na bucha (não no Bush & Ben & Paulson que estão rindo pras paredes pela aprovação do pacotaço, baita novidade, que diante do tamanho do buraco dêles, dos bancos, é um pacotinho); pois, mesmo sem siquer consultar meu ímpares; lhes digo:

Claro que sim e podemos até convidar o visitante a se expressar em Português, caso êle saiba, para melhor co-participação de terceiros tupiniquins; mas, outros mais, de outras plagas, venham, venham sim, na Língua que quizerem; pois afinal estamos na Internet e se um cara lá da China, não encontrar ninguém lá que entenda da Economia chinesa (e pode acontecer sim, por isto as estórias do Santo de Casa e da Casa do Ferreiro), se nos ler é porque manja Português (piadas não), ou, tem aceso a um bom tradutor; tipo o meu meio truncado Google que ajuda muito; a adivinhar; mas ajuda.

Claro que em sendo o questionamento muito singelo, como 'devo comprar ou vender isso', tipo transferindo poder; responsabilidade de decisão e dicernimento; nem pensar... e, se complexo demais ou idem indecifravel, ou, de esclarecimento a nivel profissional de questões técnicas específicas alheias ao mercado, caberá ao questionado decidir se atende ou não, ou, pelo menos no meu caso, e nisto falo por mim, dizer simples e cândidamente: 'também não sei'... claro que pode acontecer da visita fechar a cara e até sair atirando, como o caso de um sujeito cheio de diplomas que estava perdidinho numa floresta e pediu o seu rumo pra um matuto que disse "não sei"... e o sem bússola, dasaforado: "mora aqui e não sabe, seu burro?"

Ao que o outro, sem maldade e nem malícia: "é, mas não sou eu que estou perdido".

Caso a visita seja ao Fact; ao Bob; ou ao KB; fica facil; pois os caras são baitas trogloditas, digo, poliglotas, BUT, on the other hand, dar-lhes-á; fique também claro e sendo inteligivel a pergunta; o natural direito de responder na nossa rica linguagem de Pindorama, exceção se abra ao Bob, se bem multilingue, cujos garranchos parecem receita de médico... e olha que a profissão do cara é Guia de Alpinismo.

Saber da existência dêste blog e dirigir-se a nós, sempre nos honrará e consideraremos ainda privilégio nosso o tentar responder à altura os comentários de nossos generosos visitantes... e se; por acaso; não entendermos a pergunta; ninguém vai reclamar se não entender a resposta; pois muita gente que já lê o blog não entende mesmo patavina do que certo pássaro; sempre tentando subliminaridades nas entrelinhas; posta aqui.

E, muito educados que são, siquer reclamam...

BOA SORTE, PARECE Q O REMÉDIO FOI FRACO.

Nadinha para ninguém se preocupar: REZEMOS!

6 comentários:

Anônimo disse...

Minha gente, os caras poderosos tão escondidos aqui.
Aleluia, encontrei-os.
Águia de Deus, onde entrego o kuelin?
Bob, manda abraço pro Lula!!
KB, meus respeitos de sempre
Abraço a todos
a.luno

litle aprendiz disse...

CELLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLSO!!!

pensei q teu bróder já o havia indiciado seu marginal bão, digo, havia indicado, à margem, o blogão.

açim num pód, pô; açim num dá, assim num é pó çiveeel... tem ki fa Z o DNA dus 2.

kibom; é bótimo saber kitutambém axô essa merda aki, k-çild's!

1 putz flapão proC!!!... i us rallyes?... acuma tão meu irmão?

ah, sim... é aguia sem acento sua anta!!! çisQçeu do tipo do véi?

aguia disse...

quá...

não sei qual é o mais pirado, desses irmãos metralhas.
um promete assar o coelho e desaparece por uns pouquíssimos breves anos... o outro vive com os Llamas, nas geleiras sulamericanas, gosando (os capitais) e não trabalha nadinha. MAS, ambos gente boa até debaixo d'água, principalmente em briga de praia.

Bração, querido amigo... e ponha a boca no mundo: abrimos esta prainha mês passado com a grana que o Fact bamburrou no FC, mais os dólares (ainda não convertidos, esperaremos a 2,30) de uma exportação bilhardária de pó, do cipó serrado do KB, digo, do Serra do Cipó do KB (é para fazer bola de bilhar na China) e tem foto da varanda da séde da indústria extrativa do cipoal, pregada num poste dêle e u'a mala de dinheiro que chegou via Venezuela, Argentina, Pindorama, de duas consultas que o Bob vendeu pra uma turma não identificavel lá na Colômbia.

Entrei com a pena e fiquei devendo o resto para pagar lavando o chão aqui e levando recados.

[ ] ããão.

aguia disse...

ah, sim...sim...
sôbre o market:

DIZER O QUÊ???

estava vendo TV hoje á tardinha (boa vida?...que nada) no Canal Bloomberg e apareceu, primeiro um japa falando, em primeiiira mão, que os Derivativos globais já passam 460 tri, dos quais só nos EUA desfilam na festança 160 (graaande novidade, e nem citou o piano do JP)e depois aparece um branquelo meio gago dizendo que os ativos bursateis brasileiros, com estas quedas, estão baratíííssimos; aí entra na tela outro dizendo que ainda estão muito atraentes e mais uns chapa-brancas amanteigando again a tese de que a

crise é do Bush.

NADA DE NOVO.

KB disse...

a.luno

Vc é o irmão do gaúcho de Lajeado, tchê?

KB

aguia disse...

aguia, sua ANTA:

çiskrévi-çi é leHmans, seu anarfa!

vorta pra iscola!