quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Dúvida Pertinente

Lula chegou na segunda metade de seu mandato tendo que enfrentar The Mother of All Crisis. Vai querer mesmo assim emplacar o seu sucessor. Daí a pertinência das considerações no blog do César Maia:

“O que farão Lula e seus pelegos distribuídos pela máquina com remunerações explosivas e poder ilimitado? Entregarão a rapadura à oposição? Quem terá coragem para arriscar e ir empurrando com a barriga e ver se Deus ajuda e se chega às eleições de 2010? E o que se fará em final de governo, com o desemprego aumentando, empresas quebrando ou reduzindo a produção, o superávit comercial externo desabando em função dos preços das commodities, o câmbio subindo...? Simplesmente se mantém a responsabilidade monetária e fiscal e se faz tudo certo por amor à Pátria?”

Um comentário:

issamu disse...

Em 2002, plena disputa Lula x Serra, o BC deu uma disparada nos juros.
Se fosse para ajudar o Serra (então candidato governista), os juros não deveriam subir; é bem verdade que alguns afirmam que o FHC quis mesmo prejudicar o Serra, para que o Lula ganhasse, fizesse besteiras (ou melhor, fizesse o que prometeu ao longo da vida) e o FHC retornasse.