quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Hedge Funds: Born To Go Belly-Up

Chama-me a atenção o fato de que em meio ao caos que se instalou no sistema (inter)bancário das principais praças pelo mundo não tenhamos tido notícia da quebra de alguns hedge funds. Claro que só não temos a notícia nos mais conhecidos veículos de comunicação, pois o fato certamente ocorreu. Talvez a Síndrome de Manada - inerente à mídia especializada - tenha sufocado divulgação de artigos fora do mainstream. Afinal, o que são alguns bilhões de dólares perto de centenas de bilhões envolvendo quebras dos Big Four de Wall Street?

Desde a débâcle do Amaranth Advisors nos mercados futuros de gás natural, então com patrimônio líquido de US$9 bi, não se tem notícia de hedge funds com o mesmo destino. Quem tem alguma familiriaridade com a indústria de fundos do gênero sabe que ao manager e seu staff cabe uma gorjeta chamada performance fee ("taxa de performance"), tipicamente em torno de 20% do que sobrar acima de um benchmark de mercado. Em um fundo com PL na ordem de bilhões de dólares e uma "mão quente" temporária fica fácil imaginar que seja possível enriquecer da noite para o dia. Agora a parte engraçada: caso haja uma underperformance das cotas do fundo o hedge fund manager não é penalizado. Parece que essa estória de privatizar lucros e socializar perdas é mais antiga que se supunha.

Então fica claro o motivo pelo qual hedge funds nasceram para quebrar (seus cotistas), incluídos aí os fundos multimercados de Pindorama. O gestor, via de regra, irá priorizar resultados de curto prazo lançando mão muitas vezes de pesadas alavancagens. Nas perdas o responsável não tira um tostão do bolso. A criação de uma unperformance fee - 20% do que ficar abaixo de benchmark - não evitará totalmente atos de incompetência e/ou gestão (extremamente) temerária, mas ajudará a diminui-los consistentemente. Tenho certeza disso. Fica aqui minha sugestão à entidade que quiser empunhar essa bandeira.

7 comentários:

Bob disse...

Bate com sua idéia, vide texto abaixo publicitário:
" O objetivo do desse texo será analisarmos os resultados do Trading Strategy e compará-lo com o evolução da estratéga Buy and Hold (Comprar e Segurar) durante esses 147 dias, entre 20/05/2008 e 14/10/2008.
A rentabilidade diária do Ibovespa durante os 147 dias da crise foi de -0,39% ao dia. - (41569/73517)^(1/147)-1 = -0,39%. - A rentabilidade diária do Trading Strategy durante o mesmo período foi de -0.17% ao dia. - (Media de Retornos por Operação)/(Média de Dias por Operação) = -3.31%/19.32 = -0.17%. - Isso significa uma rentabilidade média nos 147 dias da crise do Trading Strategy de -22,29%. - (1-0.17%)^147-1 = -22,29%. -

Como pode ser visto na tabela 1, o ganho de eficiência pela utlização do Trading Strategy sobre o capital de p.ex. R$ 100.000,00, foi de R$ 21.163,29 ou 37.43% sobre o retorno do Ibovespa. Isso nos permite concluir que apesar dos retornos negativos do Trading Strategy durante o período de crise, o seu uso permitiu perdas inferiores ao do mercado (Ibovespa), demonstrando a eficiência do seu uso, mesmo em momentos de crise.

hehehehe, e vão cobrar taxa de performace pois a "rentabilidade" foi superior ao benchmark.

Fact Finder disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fact Finder disse...

Tem muuuito picareta na praça, meu. Não sei se esse texto é de um firma que vive anunciando no Google AdSense. Dizem que o retorno anual do TS deles é de X%, com resultados comprovados. Quanto tempo de existência tem a firma? Pouco mais de um ano, ainda pegando parte do bull market. hehehe

PAULO CÉSAR PEREIRA disse...

Fact Finder e Bob,

Depois destes excelentes relatos só podemos concluir uma coisa:

Para acabar com a malandragem,
só matando todos os otários...

aguia disse...

veneraveis Fact & Bob

nada a ver... tó só marketando:

acabo de pregar um panfleto no poste do blog sôbre o que depois de estudar muiiito nada aprendi desta merda dos derivativos, a não ser que no fim e depois do parto da baleia da bôlha 1, assistiremos o parto II do 1/2 quatri desta elefanta (que não tem nada a ver com o KB na tal loja de cristais...).

Paulo:

C é parente do Pereio?... somos polìticamente incorretos mas não admitimos nudismo aqui, pô! (rsrs)

Fact Finder disse...

Paulo, como reza a Lei da Quantificação do QI:
"A quantidade de QI presente no planeta é constante. O que aumenta é a população."

Sempre achei que não há excesso de espertos. Há profusão de ingênuos.
[]s

Psycho disse...

Espere. Espere.
Desde o início do crash, maior parte dos cotistas ainda não teve oportunidade de sair fora. A próxima janela de resgates dos HFs é em 01/01/09. Mas os cotistas devem comunicar a intenção de saque com 45 dias de antecedência. Prazo limite 15/11.
Ou seja, na primeira quinzena da novembro, eles já terão uma boa idéia da qtde de resgates que terão, e se sobrará pedra sobre pedra. E o processo de desalavancagem já começou. A corrida pela liquidez já é fato. Essa enxurrada de venda em Vale3 aqui nessa semana não veio do céu. Nem dos locais.
Abs,