quinta-feira, 9 de julho de 2009

NYSE: As Seethrough As A Quagmire

"We go to the movies to be entertained, not see rape, ransacking, pillage and looting. We can get all that in the stock market." - Kennedy Gammage (The Richland Report)

Na década de 90 um Ministro da Fazenda caiu (do cargo) repentinamente. Sua fala - entreouvida por cidadãos possuidores de antenas parabólicas - foi: "Eu não tenho escrúpulos: o que é bom a gente fatura, o que é ruim a gente esconde." O episódio deu-se em uma entrevista televisiva. Embora não houvesse sinal de vídeo, o desastrado ministro foi traído pelo canal de áudio, que estava aberto. De lá para cá, nada mudou. Em Pindorama ou em qualquer lugar.

A reformulação de regras do sistema financeiro está na pauta da Casa Branca. Inclusive, esses dias anunciaram a maior reforma desde a década de 30. Já o mercado financeiro, especificamente, continua o terreno pantanoso de sempre. Os jornalistas do mainstream não noticiaram que agora não mais as instituições financeiras serão obrigadas a informar suas operações baseadas em program trading (clique aqui). Até hoje, um dos maiores mistérios dos mercados de renda variável - o Crash de outubro de 87 - tem suas origens desconhecidas. Um dos "culpados" apontados foi o program trading, então ainda uma novidade. Uma importante instituição bancária de Wall Street tem respondido por cerca de 50% das operações na NYSE. A argumentação para desobrigar instituições a comunicarem seus percentuais de operações "robotizadas" está no criticismo de alguns bloggers. Acreditem se quiserem.

4 comentários:

Samuel Ramos disse...

isso acontece porque regulações nos mercados são feitas para PERPETUAR abusos, não para evitar

se alguém duvidar basta perguntar ao mr. summers (atual assessor do Obama) porque ele lutou tanto para repelir o glass steagall act

Mike disse...

qual é a instituição que está com 50% de share da NYSE?
Alguem da turma das " dark pools"?
abraço,
www.valeinvestor.blogspot.com

Fact Finder disse...

GS.

aguia disse...

qua,

kikoisa.

e se maldar ate parece que os caras que regulam sao talvez (...quem sabe?) um porquinho comprometidos com a banca,

ne, uai?

tipo A galinha vigiando o galinheiro... colocam Raposa nao.